Manual de exames
Nome: TOXOPLASMOSE AVIDEZ - Anticorpos IgG
Material: soro
Sinônimo: Avidez Toxoplasmose
Volume: 1.0 mL
Método: Quimioluminescência
Coleta: Caso o exame não for realizado no mesmo dia, refrigerar a amostra. Lipemia atua como interferente. Jejum obrigatório.
Interpretação: Uso: complementação para o diagnóstico da fase aguda da toxoplasmose. O diagnóstico da toxoplasmose baseado somente na presença de anticorpos IgM pode levar a terapias desnecessárias, não sendo o melhor marcador de infecção recente aguda (a presença de IgM pode ser sinal de uma infecção antiga sem conseqüências para o feto). A positividade de anticorpos antitoxoplasma do tipo IgM na fase aguda da toxoplasmose foi um indicador muito usado no diagnóstico, porém, com a alta sensibilidade das técnicas existentes, sabe-se hoje que estes anticorpos podem persistir durante muito tempo. Alguns autores fizeram estudos acompanhando pacientes após a fase aguda de toxoplasmose, detectando anticorpos IgM até 2 anos após a fase inicial. O teste de avidez é baseado na intensidade com que os anticorpos IgG específicos permanecem ligados ao antígeno de toxoplasma. A alta avidez ( > 25%) é característica de infecção passada (adquirida há mais de 4 meses); a baixa avidez ( < 20%) é característica de infecção aguda ou recente.
Referência: < 30% : Avidez Baixa 30 a 35% : Avidez Moderada > 35% : Avidez Elevada Avidez baixa sugere infecção recente adquirida a menos de 4 meses. Avidez moderada não exclui uma infecção recente.Avidez elevada pode excluir que a infecção primária foi adquirida menos de 4 meses antes.O diagnóstico de doenças infecciosas não deve basear-se no resultado de um único teste, mas deve ser analisado com outros meios de diagnóstico e dados clínicos.