Manual de exames
Nome: COMPLEMENTO TOTAL - CH50
Material: soro
Sinônimo: CH 50 ou CH 100
Volume: 1.0 mL
Método: Imunoensaio enzimático
Coleta: Jejum 4 horas. Após a coleta deixar em temp. ambiente por 30 minutos. Centrifugar 10 min. a 2500 rpm, separar o soro e congelar. Enviar em gelo.
Interpretação: Uso: avaliação da atividade do complemento em quadros formadores de imunocomplexos circulantes onde ocorre um consumo dos componentes do complemento. O sistema do complemento compreende 11 proteínas separadas que reagem em uma seqüência específica com complexos antígeno - anticorpo. Quando o anticorpo se liga ao antígeno forma-se uma estrutura chamada imunocomplexo. O resultado é um aumento da permeabilidade vascular, atração dos leucócitos polimorfonucleares e alterações nas membranas celulares que conduz para a lise e morte celular. O CH50 ou atividade do complemento (ELISA) reflete a interação seqüencial de todos os componentes da via clássica, mais a porção comum da cascata com a via alternativa. O sucesso terapêutico em doenças autoimunes é traduzido por níveis crescentes de CH50. Níveis decrescentes são associados a insucessos terapêuticos e podem ser indicadores de mau prognóstico (especialmente em glomerulonefrites autoimunes). Valores aumentados: leucemia, doença de Hodgkin, sarcoma, numerosas patologias que cursam com reações inflamatórias como resposta de fase aguda. Valores diminuídos: glomerulonefrites crônicas, artrite reumatóide, anemia hemolítica, lupus eritematoso sistêmico, glomerulonefrites agudas.
Referência: Normal : 60 a 144 U CAE Baixo : < 60 U CAE Alto : > 145 U CAE U CAE : Atividade do complemento