Manual de exames
Nome: IgE ESPECÍFICO (C1) - Drogas - Penicilina G
Material: soro
Sinônimo:
Volume: 1.0 mL
Método: Quimioluminescência
Coleta: Jejum de 4h ou conforme orientação médica. Se o exame não for realizado no mesmo dia congelar a amostra.
Interpretação: Uso: detecção de possíveis respostas alérgicas a várias substâncias específicas ambientais, de natureza animal ou vegetal ou mesmo sintética, respiratórias ou alimentares; diagnóstico diferencial de eczema atópico, alergias respiratórias e asma. A imunoglobulina E é uma classe de anticorpos que medeia uma variedade de reações de hipersensibilidade, por degranulação de basófilos e mastócitos. A presença de IgE específica para determinado alérgeno, em quantidades superiores ao referencial, pode estar associada a um aumento de risco relativo para o desenvolvimento de sintomas de hipersensibilidade mediada por IgE, principalmente em indivíduos atópicos. Os níveis de IgE específica nem sempre estão associados à severidade dos quadros.
Referência: Concentração de anticorpos IgE especificos (KU/L) Classe 0: < 0,10 : Ausente ou indetectável Classe 0: 0,10 a 0,34 : Muito baixo Classe 1: 0,35 a 0,69 : Baixo Classe 2: 0,70 a 3,49 : Moderado Classe 3: 3,50 a 17,49 : Alto Classe 4: 17,50 a 52,49 : Muito alto Classe 5: 52,50 a 99,99 : Muito alto Classe 6: >= 100 : Extremamente alto *Classe 0 não detectável pela 2a geração de testes