Manual de exames
Nome: FOSFATASE ALCALINA - FRAÇÃO ÓSSEA
Material: soro
Sinônimo:
Volume: 2.0 mL
Método: Quimioluminescência
Coleta: Coletar em tubo sem anticoagulante, separar o soro e enviar.
Interpretação: Uso: diferenciação entre patologias hepáticas e ósseas que condicionam aumento na fosfatase alcalina; acompanhamento de doenças ósseas. A atividade sérica da fosfatase alcalina total é devida à ação de várias isoenzimas. Cada perfil de isoenzimas sugere uma localização de sua liberação. Valores aumentados: problemas hepáticos ou ósseos. A determinação da atividade da isoenzima óssea é importante para o monitoramento de patologias ósseas (principalmente patologias malignas).
Referência: Fosfatase alcalina - Fração Óssea Mulheres: 20 a 74% < 45,0 U/L Homens : 23 a 75% < 73,0 U/L Crianças: 62 a 100% <370,0 U/L Atenção, novos valores de referência e metodologia a partir de 20/07/2009. Homens : 6,0 a 30,0 ug/L Mulheres pré menopausa : 3,0 a 19,0 ug/L Mulheres pós-menopausa : 6,0 a 26,0 ug/L