Manual de exames
Nome: FOSFATASE ALCALINA - FRAÇÃO ÓSSEA ESPECÍFICA
Material: soro
Sinônimo:
Volume: 2.0 mL
Método: quimioluminescência
Coleta: Coletar em tubo sem anticoagulante, separar o soro e enviar.
Interpretação: A fostase alcalina óssea (BAP) consiste num marcador sérico para formação de osso osteoblástico. A concentração de BAP no soro humano correlaciona-se com a taxa de formação do osso osteoblástico no esqueleto. A medida da BAP é útil no diagnóstico da doença de Paget e da osteoporose, bem como na monitorização da resposta à terapêutica anti-resorptiva nestes doentes. A BAP funciona como uma ectoenzima que está ligada à membrana celular dos osteoblastos através de uma âncora de glicosilfostatidilinositol (GPI) hidrofóbico. Estudos in vitro mostram a participação da BAP na iniciação da mineralização da matriz óssea. A BAP também é útil na monitorização da eficácia de intervencções terapêuticas que monitorizem os doentes com Paget tratados com bisfosfonatos ou meulheres osteoporóticas pós-menopausa tratadas com bisfosfonatos ou terapêutica de substituição de estrogenio. Bibliografia Dennison E, Mohamed MA, Cooper C. Epidemiology of osteoporosis. Rheum Dis Clin North Am.32(4):617-629,2006. McCormick RK. Osteoporosis: integrating biomarkers and other diagnostic correlates into the management of bone fragility. Altern Med Rev. 12(2):113-145,2007. Singer A. Osteoporosis diagnosis and screening. Clin Cornerstone;8(1):9-18,2006
Referência: Homens : 6,0 a 30,0 ug/L Mulheres pré menopausa : 3,0 a 19,0 ug/L Mulheres pós-menopausa : 6,0 a 26,0 ug/L