Manual de exames
Nome: HEPATITE B - Genotipagem
Material: soro ou plasma
Sinônimo: HBV - Genotipagem, tipificação
Volume: 2,0 mL
Método: PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) e Sequenciamento.
Coleta: 1 - Sangue deve ser coletado em tubos estéreis sem aditivos ou contendo EDTA; 2 - Soro ou plasma (EDTA) devem ser separados entre 2 a 6 horas após a coleta ; 3 - O material deve ser congelado logo após a centrifugação e enviado congelado ao laboratório; 4 - Os materiais que chegarem descongelados serão considerados como LIMITADOS para a quantificação e/ou detecção viral e a interpretação do resultado será restrito.
Interpretação: Interpretação: O vírus da Hepatite B é um dos principais agentes etiológicos das hepatites agudas e crônicas e está também relacionado com o desenvolvimento de cirrose e carcinoma hepático. Embora existam diversos marcadores sorológicos extremamente úteis, em muitas situações é importante a detecção do DNA viral e a quantificação da carga viral. Alguns mutantes ddo VHB podem apresentar modificações importantes no AgHBs e no AgHBe, fazendo com que não sejam mais detectados por métodos imunológicos. Nestes casos, apenas a detecção do DNA pode identificar a presença da partícula viral circulante. Este método identifica os 6 subtipos denominados de A a F, para determinação dos mutantes pré-core/core. Realiza-se a amplificação por PCR de dois segmentos virais e sequenciamento das regiões. A presença de mutantes pode induzir uma infecção crônica. Também conhecido por sequenciamento de AgHBs.
Referência: A genotipagem do virus da Hepatite B detecta va- riações na sequência do gene AgHBs. A presença do genotipo D do vírus da hepatite B se correlaciona com a maior frequencia de formas graves de hepatite, enquanto que o genotipo A está associado com formas mais brandas. Mutações na região pre C do genoma viral, bem como mutações no promotor pré C/C, se correlacio- nam com formas mais graves de hepatite com a per- sistência do DNA viral em casos de AgHBe negativos e com pior resposta ao tratamento com interferon. A presença de mutações no epito A, esta relacio- nado com resistencia a gama globulina hiperimune. O resultado indeterminado significa que não foi possível a ampliação do segmento de DNA necessá- rio para a determinação das mutações estudadas pela reação de sequenciamento.