Manual de exames
Nome: HEPATITE B - Quantitativo + Genotipagem
Material: soro ou plasma
Sinônimo:
Volume: 2,0 mL
Método: PCR e Sequenciamento
Coleta: 1 - Sangue deve ser coletado em tubos estéreis sem aditivos ou contendo EDTA; 2 - Soro ou plasma (EDTA) devem ser separados entre 2 a 6 horas após a coleta ; 3 - O material deve ser congelado logo após a centrifugação e enviado congelado ao laboratório; 4 - Os materiais que chegarem descongelados serão considerados como LIMITADOS para a quantificação e/ou detecção viral e a interpretação do resultado será restrito.
Interpretação: Interpretação: O vírus da Hepatite B é um dos principais agentes etiológicos das hepatites agudas e crônicas e está também relacionado com o desenvolvimento de cirrose e carcinoma hepático. Embora existam diversos marcadores sorológicos extremamente úteis, em muitas situações é importante a detecção do DNA viral e a quantificação da carga viral. Alguns mutantes ddo VHB podem apresentar modificações importantes no AgHBs e no AgHBe, fazendo com que não sejam mais detectados por métodos imunológicos. Nestes casos, apenas a detecção do DNA pode identificar a presença da partícula viral circulante. Este método tem como objetivo detectar a presença de mutações específicas nos domínios B e C da DNA polimerase viral. A presença dessas mutações M1550V, M550I e L 526M leva o paciente a ficar resistente a essas drogas. Este teste também é conhecido como resistência genotípica do VHB aos inibidores da DNA polimerase viral, sequenciamento da DNA polimerase do VHB ou pesquisa de mutação YMDD.
Referência: