Manual de exames
Nome: HEPATITE C - Quantificação por PCR
Material: soro ou plasma
Sinônimo: HCV - quantitativo, monitor
Volume: 2,0 mL
Método: PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) em Tempo Real - Abbott Real Time
Coleta: 1 - Sangue deve ser coletado em tubos estéreis sem aditivos ou contendo EDTA; 2 - Soro ou plasma (EDTA) devem ser separados entre 2 a 6 horas após a coleta ; 3 - O material deve ser congelado logo após a centrifugação e enviado congelado ao laboratório; 4 - Os materiais que chegarem descongelados serão considerados como LIMITADOS para a quantificação e/ou detecção viral e a interpretação do resultado será restrito.
Interpretação: Interpretação: O vírus da hepatite C (HCV) é responsável pela maior parte das hepatites pós-transfusionais, antes classificadas como não-A, não-B. A determinação quantitativa do HCV-RNA não deve ser utilizada para o diagnóstico de hepatite C. A sua principal utilidade é no acompanhamento de pacientes em tratamento, uma vez que o objetivo é a negativação da carga viral. A quantificação fornece informação prognóstica, pois indivíduos com carga viral alta, têm menor chance de responder ao tratamento. Apesar deste resultado ser utilizado como fator preditivo de resposta à terapêutica, não deve ser utilizado para selecionar candidatos ao tratamento. Portanto, na prática diária devemos utilizar a detecção qualitativa do HCV-RNA para confirmação da infecção e definição de resposta ao tratamento, reservando a quantificação do HCV-RNA para a avaliação pré-tratamento.
Referência: Não Detectado