Manual de exames
Nome: HIDATIDOSE - Anticorpos IgG
Material: soro
Sinônimo: Sorologia para cisto hidático, Reação de Casoni
Volume: 1.0mL
Método: Imunofluorescência indireta
Coleta: Jejum de no mínimo 8 h ou conforme orientação médica.
Interpretação: Uso: diagnóstico da hidatidose. O agente da hidatidose unilocular é o Echinococcus granulosus, que possui localização no homem, em órgãos como o fígado e o pulmão. Quando isto não acontece, ele penetra na grande circulação, podendo se instalar em qualquer outro órgão. A presença de cistos hidáticos (que se desenvolvem no parênquima de órgãos como o baço, fígado, rins, pâncreas e na zona retroperitoneal) pode ser demonstrada por ecografia ou tomografia computadorizada.A resposta imunológica em pessoas afetadas pelo Echinococcus granulosos dependerá do estado físico do cisto, da integridade de suas membranas e das próprias condições da resposta dos estímulos que o paciente apresenta.O hospedeiro intermediário (ovelha) ou o acidental (homem) se contamina ao ingerir os ovos liberados no ambiente pelo cão (hospedeiro definitivo, elimina nas fezes os proglotes contendo ovos). Os ovos se rompem no intestino e liberam a larva, que perfura a mucosa e atinge a circulação sangüínea, chegando ao fígado. Em 70% dos casos, forma um cisto nesse local, mas pode invadir o tecido pulmonar ou ainda outros órgãos. O ciclo no homem termina com a formação do cisto hidático no fígado e/ou pulmão e não há eliminação de formas de contágio. A contaminação é sempre acidental, do cão para o homem. Bibliografia: Gottstein B, Saucy F, Deplazes P, et al. Is a high prevalence of Echinococcus multilocularis in wild and domestic animals associated with increased disease incidence in humans? Emerg Infect Dis2001;7:408-12
Referência: Não reagente