Manual de exames
Nome: LÍQUOR - Bioquímica
Material: liquor
Sinônimo: Líquido cefalorraquiano
Volume: 5.0 mL
Método: Microscopia (coloração de Gram), diversos
Coleta: Médico neurologista.
Interpretação: Uso: avaliação dos processos inflamatórios agudos e crônicos do SNC. As infecções do SNC podem ser divididas em várias categorias que, em geral, podem ser prontamente distinguidas entre si através do líquor, como primeiro passo ao diagnóstico etiológico. O exame compreende várias etapas: 1. Aspectos físicos: cor, turbidez antes e após centrifugação. 2. Análises bioquímicas: ácido lático, glicose, proteínas, cloretos. 3. Citologia: leucócitos, hemácias e diferencial de leucócitos. 4. Microbiologia: bacterioscopia por Gram, Ziehl, MGG, cultura. 5. Micologia: pesquisa de fungos, tinta da china. 6. Sorologia: lues, toxoplasmose, cisticercose, HIV. 7. Biologia molecular (pesquisa de antígenos): herpes, tuberculose, toxoplasmose e outros.
Referência: Caracteres físicos Cor : incolor Aspecto : límpido Após centrifugação : límpido sem depósito Caracteres bioquímicos Proteína : 15,0 a 45,0 mg/dL Glicose : 50,0 a 80,0 mg/dL Cloro : 115,0 a 130,0 mEq/L Ácido lático : 1,2 a 2,1 mmol/L