Manual de exames
Nome: OSMOLARIDADE URINÁRIA
Material: urina
Sinônimo: Osmolalidade
Volume: 10,0 mL
Método: Osmometria de pressão de vapor
Coleta: Coletar urina amostra isolada, de 24 horas ou 12 horas após restrição hídrica.
Interpretação: Avaliação eletrolítica e balanço hídrico .Avaliação da capacidade de concentração e diluição urinária. Síndrome da secreção inadequada de Hormônio Antidiurético (ADH) e diabetes insípidus. Valores baixos após restrição hídrica são observados nas diabetes insipidus hipotalâmico-hipofisário ou renal. Valores elevados podem ser resultantes de hiponatremia, desidratação, hipercalcemia, terapia com manitol, engestão de etanol, metanol ou etileno glicol. Elevados níveis de osmolaridade no soro com dosagem de sódio normal sugerem possível hiperglicemia, uremia, ou alcolismo. Baixos níveis também podem ser observados na hiperhidratação secundária, hiponatremia, sindrome da secreção inadequada de ADH com carcinoma de pulmões.
Referência: Adultos e Crianças (24h) : 50 a 1200 mOsmol/Kg Recem-nascidos (0 a 30 dias): 50 a 645 mOsmol/Kg Amostra isolada(randomica) : 50 a 1400 mOsmol/Kg Após restrição hídrica(12h) : > 850 mOsmol/Kg