Manual de exames
Nome: PROGRAF - Dosagem de Tacrolimus
Material: sangue total com EDTA
Sinônimo: Nível sanguíneo de tacrolimus
Volume: 1,0 mL
Método: Enzima imunoensaio
Coleta: Jejum de 8 horas. Coletar sangue total com EDTA. Manter, obrigatoriamente, o horário habitual de tomada do medicamento, coletar a amostra até uma hora antes da hora habitual de tomar a medicação ou de acordo com a solicitação do médico. Caso o medicamento seja usado apenas uma vez ao dia, a coleta deve ser feita, pelo menos, 12 horas após a tomada. Em caso de suspeita de intoxicação, pode ser colhida a qualquer momento.
Interpretação: Uso: não existe uma faixa terapêutica estabelecida para concentração efetiva do Tacrolimus no sangue total. A absorção e excreção do Tacrolimus podem variar bastante entre os pacientes. A resposta clínica ao tratamento do Tacrolimus não tem boa correlação com a dose administrada. A complexidade do estado clínico, diferenças individuais a sensibilidade a imunossupressão, efeitos tóxicos e nefrotóxicos do Tacrolimus, a co-administração com outros imunossupressores, tempo pós transplante e um número de outros fatores irá resultar em diferentes necessidades para um nível sanguíneo ótimo do Tacrolimus. Valores individuais do Tacrolimus não devem ser usados unicamente como indicador para mudar o regime de tratamento. Cada paciente deve ser avaliado minuciosamente clinicamente antes de serem feitos ajustos no tratamento. Os valores apresentados neste método foram extraídos de uma avaliação prospectiva do uso do Tacrolimus em 111 pacientes ( 6 serviços de transplantes do EUA).
Referência: Nível terapêutico Fase de indução: 10 a 20 ng/mL Fase de Manutenção: 3 a 10 ng/mL