Manual de exames
Nome: RENINA - Atividade
Material: plasma com EDTA
Sinônimo: Atividade de Renina
Volume: 2.0 mL
Método: Radioimunoensaio
Coleta: Os níveis plasmáticos de aldosterona e atividade da Renina são dependentes de um grande número de variáveis fisiológicas e farmacológicas; logo é extremamente importante o preparo do paciente para a colea de amostras, assim como o correto manuseio das amostras. Cuidados relacionados ao paciente: 1- A coleta das amostras devem ser feitas pela manhã; 2- O paciente deve estar em repouso por ao menos 30 minutos (preferencialmente com acesso venoso instalado para a coleta); 3- Paciente com ingestão adequada de sal; 4- Se possível, sem o uso das medicações da tabela 1 por no mínimo 2 semanas; OBS: A utilização da razão aldosterona/atividade de renina é menos susceptível as variaçoes fisiológicas. Cuidados no manuseio da amostra: 1- As coletas das amostras devem ser realizadas exclusivamente em tubos com EDTA. 2 - A separação do plasma em temperatura ambiente e congelamento imediato, após a coleta; 3- Envio imediato com o plasma congelado. (Inferior a 24 horas); Medicações que interferem nos níveis de Aldosterna e Atividade de Renina: - Anti - inflamatórios não hormonais (Aspirina, ibuprofeno, indometacina); - Beta bloqueadores; - Diuréticos poupadores de potássio (amilorida, espironolactona); - Inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA) (captopril, enalapril entre outros); - Diuréticos tiazídicos (clortalidona, hidroclorotiazida); - Diuréticos de alça (Furosemida); - Bloqueadores de canal de cálcio (nifidipina, felodipina); - Laxantes (a maioria quando em uso excessivo);
Interpretação: Uso: diagnóstico diferencial da hipertensão arterial; diferenciação entre aldosteronismo primário e secundário; monitoramento da terapia com mineralocorticóides; seguimento de portadores de defeito da 21-hidroxilase em tratamento. Valores diminuídos: hiperaldosteronismo primário. Valores aumentados: hipertensão renovascular.
Referência: Renina Atividade Dieta hipossódica: Repouso: 3,0 a 7,0 ng/mL/hora Dieta normossódica: Repouso: 0,3 a 0,8 ng/mL/hora Posição ortostática (mínimo 2h): 0,5 a 2,5 ng/mL/hora Valores de referência alterados em 01/10/2010