Manual de exames
Nome: SEROTONINA, METABOLITO NA URINA
Material: urina 24 horas
Sinônimo: 5 HT
Volume: 20,0 mL
Método: Cromatografia Líquida de alto desempenho
Coleta: Coletar urina de 24 horas. Adicionar 30 mL 6N HCl para 1 litro ou 1 g/L boric acid (como preservativo). Não comer 72 horas antes da coleta das urinas :bananas, abacates, ameixas, tomates, abacaxis e nozes. Suspender (se possível) o uso de qualquer medicamento. Enviar uma alíquota de 20,0 mL e informar o volume urinário total.
Interpretação: Uso: diagnóstico de tumores carcinóides. 5-hidroxitriptamina ou serotonina (5-HT) é uma indolamina produto da hidroxilação e carboxilação do aminoácido L-Triptofano na seguinte seqüência bioquímica: L-Triptofano- L-50H Triptofano - 5-OHTriptamina ou Serotonina. O teste mais empregado habitualmente é o 5-hidróxi-indol-acético na urina. Quando os valores encontrados são limítrofes ou normais e há forte evidência de síndrome carcinóide, está indicada a dosagem da serotonina. O ácido 5-hidróxi-indol-acético é o maior metabólito da serotonina. Na síndrome carcinóide e em especial nos tumores carcinóides abdominais metastáticos , apresenta valor > 400 ng/ml. Pode também estar associado a Neoplasias Endócrinas Múltiplas, tipos I e II. Pequeno Aumento em algumas doenças como: Dumping Síndrome, Obstrução Intestinal Aguda, Fibrose cística, Infarto agudo do miocárdio, Spru não tropical. Diminuída : Depressão severa, Doença de Parkinson ,Síndrome de Down, fenilcetonúria não tratada, Interferentes : lítio,morfina, reserpina, imipramina, fenotiazida, metildopa, ACTH, levodopa, acetaminofen, inibidores da MAO. Bibliografia :Tagari PC, et al. Simplified determination of serotonin in plasma by liquid chromatography with electrical detection. Clin Chem; 30:131-135,1984.
Referência: 0,7 a 8,2 mg/24 horas Interferentes : aumentam a serotonina - acetaminofen, aminofilina, cafeína, diazepan, efedrina, fenobarbital, reserpina , fenacetin.