Manual de exames
Nome: T4 - TIROXINA
Material: soro
Sinônimo: Tetraiodotironina, tiroxina, T4 total
Volume: 1,0 mL
Método: Quimioluminescência
Coleta: Jejum não necessário.
Interpretação: Uso: diagnóstico do hipertireoidismo e hipotireoidismo. A tiroxina (T4) é produzida exclusivamente pela tireóide, circulando ligada a proteínas carreadoras (TBG - Thyroid binding globulin 75%, TGPA 15% e albumina 10%). A medida de T4 total é um procedimento comum para avaliar o estado da tiróide de um paciente. Na atualidade, a dosagem de T4 total está sendo praticamente substituída pela dosagem dos níveis de T4 livre. Valores aumentados: hipertireoidismo. Valores diminuídos: hipotireoidismo. Diversas outras condições fisiológicas e patológicas não associadas diretamente à função tireoidiana podem interferir diretamente na dosagem de T4: insuficiência renal, cirrose, hepatites, câncer, infecção, inflamação severa, doenças psiquiátricas. Interferentes: amiodarona +, anfetaminas +, heroína +, levodopa +, metadona +, propanolol +, tireotrofina +, TRH +, aminosalicílico -, androgênicos -, anticonvulsivantes -, corticosteróides -, aspirina -, etionamida -, furosemida -, lítio -, penicilina -, fenilbutazona -, propiltiuracil -, reserpina -, butazona -, rifampicina -, sulfonamidas -, triiodotironina -.
Referência: cordão umbilical : 6,0 a 15,0 ug/dL 1 a 6 dias : 14,0 a 28,4 ug/dL 7 dias a 3 meses : 8,1 a 15,7 ug/dL 4 meses a 5 anos : 5,6 a 14,9 ug/dL 6 anos a 15 anos : 4,6 a 12,7 ug/dL Adultos : 4,8 a 13,7 ug/dL