Manual de exames
Nome: ZINCO SÉRICO
Material: soro
Sinônimo:
Volume: 2.0 mL
Método: Absorção Atômica
Coleta: Jejum não obrigatório. Manter a amostra refrigerada caso o exame não for realizado no mesmo dia.
Interpretação: Uso: diagnóstico da deficiência de zinco. As conseqüências clínicas de deficiência de zinco dietética variam com o grau da deficiência, estando muitas vezes associadas à substituição de proteínas animais por cereais. A deficiência de zinco pode ser causada por malabsorção (colite ulcerativa, doença de Crohn, spru), cirrose hepática, hepatites, nefropatias e perda exudativa (queimaduras severas). Alguns medicamentos também podem interferir no metabolismo de zinco (corticosteróides, quelantes, penicilina). Valores diminuídos: dermatite, alopecia, perda de peso, diarréia, infecção periódica, desordens neuropsiquiátricas, oligospermia, aumento dos níveis de amônia, retardamento de crescimento na infância, hipogonadismo, falta de apetite, letargia.
Referência: De 70,00 a 120,00 ug/dL I.B.M.P: 150,00 ug/dL